Orientações Quanto aos Atos De Manifestaões

Em assembleia geral extraordinária do Sindicato dos Servidores Municipais de Enfermagem de Curitiba (Sismec), foi decidido que, se a gestão recorresse da liminar que determinou a continuidade do pagamento do reajuste, haverá paralisação de quarenta a cinquenta minutos diários por jornada  nas unidades básicas de saúde e os trabalhadores entrarão em estado de greve. A decisão foi tomada pela maioria absoluta dos participantes, com 91% dos votos.

No último dia 08 (sexta feira) a categoria esteve reunida novamente (remotamente por conta da pandemia) e ficou decidido que a paralisação será realizada a partir da primeira hora de cada jornada (manhã e tarde) e que os profissionais que aderirem à paralisação estão orientados a assinar o livro ponto e assinar a lista de presença do sindicato. Que neste período de paralisação os profissionais irão realizar panfletagem e esclarecer para a comunidade quais os motivos que levaram a categoria à estas medidas, que será usada roupas preferencialmente pretas e uma faixa preta amarrada no braço, que a categoria estará apoiando as manifestações das demais categorias da PMC as quais estarão em greve e que nos contra turnos estarão nas  manifestações as quais  terão inicio na Sexta feira próxima,(15/10/21).

Para as Upas, devido ao estado de Pandemia em que nos encontramos , só sera possivel manifestações nos contra turnos uso de roupas pretas, faixas pretas no braço  e outras manifestações que nao interfiram no atendimento.