Novo fluxo para proteçao ao profissional da Saúde.

Nesta quarta-feira (15) o SISMEC participou de reunião, com superintendência da saúde de Curitiba, a reunião teve como pauta a saúde dos servidores na linha de frente na luta contra a pandemia.

Com a intenção de promover a saúde do trabalhador a secretaria lança um novo fluxo de atendimento aos profissionais sintomáticos, foi criada a UNIDADE DE ATENDIMENTO AO TRABALHADOR EM SAÚDE – COVID-19 (UATS COVID-19).

Estas medidas já poderiam estar em curso desde o início da pandemia, mas ainda assim são muito bem-vindas, são medidas que, somadas aos demais cuidados, serão importantíssimas para garantir a integridade dos profissionais, bem como a proteção de seus familiares e para minimizar os riscos de disseminação do vírus pondera a presidente do sindicato.

Durante este período, o trabalhador de saúde que apresentar sintomas respiratórios deverá ser encaminhado ao serviço de atendimento ao trabalhador de saúde UATS COVID-19. Este encaminhamento se dará através das chefias, as quais deverão agendar horário para o servidor, com atestado médico ou não, na unidade médicos infectologistas avaliarão o profissional, e se necessário farão testagens e os devidos encaminhamentos, posterior o setor de epidemiologia passara a acompanhar o profissional até a sua total recuperação.

Ficam as chefias também orientadas a encaminharem os profissionais que apresentarem sintomas gripais, mesmo que leves e sem atestados médicos. Estamos disponibilizando os fluxos e estaremos à disposição para dúvidas.

Na reunião, ainda, foi argumentado a situação dos que tiveram contato com pacientes confirmados, se realizariam o teste, a resposta foi que não e que deverão continuar trabalhando, com os EPIs, pois não há testes disponíveis para toda esta demanda.

O SISMEC questionou sobre os pijamas hospitalares e o hotel que seria disponibilizado, a gestão informou que os pijamas já foram comprados e em breve serão fornecidos para todos os profissionais das UPAS, iniciando pela UPA boa Vista, seguida pela Cajuru, Sitio Cercado e por fim Fazendinha e Campo Comprido; estão apenas na dependência da adequação do contrato com a lavanderia.

O hotel está também nos ajustes finais de contratação, terão normas e fluxos para ser disponibilizado, a princípio será para os profissionais em isolamento e que não tem condições de isolar-se da família em sua própria residência e em sequência disponibilizarão para outros grupos, conforme as necessidades e riscos familiares. Seguimos aguardando e acompanhando.

O SIMEC lembrou à gestão a urgência dessas medidas, que deverão ser na velocidade do vírus. “Apesar da intensa atuação do SISMEC, na busca de mais segurança aos seus representados, e estarmos cientes de que há muito trabalho a ser realizado em prol da enfermagem, ponderamos que a gestão tem  estado aberta as nossas demandas, não ainda na velocidade que se faz necessária, mas esta ”, afirma a presidente Raquel.

O SISMEC informa ainda que demandas importantes para o momento continuarão em pauta.